Língua

A língua portuguesa é uma língua românica. Tal como outras línguas deste grupo, o Português é um descendente directo do Latim – a língua vernácula dos soldados e colonizadores romanos e não tanto do Latim clássico dos cidadãos romanos mais cultos. Desenvolveu-se na antiga Galécia (actual Galiza, na região noroeste de Espanha) e no norte de Portugal, tendo-se difundido posteriormente para o território que é hoje Portugal.

A língua portuguesa deve a sua importância (enquanto segunda maior língua latina mais falada, depois do Espanhol, em termos de número de falantes) sobretudo ao facto de ser a língua oficial do Brasil.

Em todo o mundo existem cerca de 200 milhões de falantes nativos de português, o que a torna a terceira língua europeia mais falada. Para além dos próprios portugueses, a língua é também falada em algumas regiões de África, incluindo Angola, Cabo Verde, Moçambique e Guiné-Bissau, bem como em Timor-leste, na Ásia. É ainda a língua oficial do arquipélago de São Tomé e Príncipe, no Golfo da Guiné.

Existem cinco grandes grupos dialectais: (1) Nortenho (2) Centro-meridional, (3) Sul (incluindo Lisboa, Alentejo e Algarve), (4) Insular (incluindo os dialectos da Madeira e dos Açores) e (5) Brasileiro.

O sistema fonético português tem algumas peculiaridades, como é o caso das vogais nasais, indicadas na ortografia pelas consoantes “m” ou “n” a seguir às vogais (por exemplo, “sim” e “bem”), ou pelo uso do til (~) sobre vogais (“mão”, “nação”).

O Português é uma língua encantadora, muitas vezes descrita como sendo doce e melodiosa por várias personalidades da literatura europeia.
Faixa publicitária