Música

O Fado é o género musical que mais evoca o espírito português. Engloba vários estilos e temas, mas é caracterizado essencialmente por músicas e letras dolentes e melancólicas. Em 2011, o Fado foi classificado como Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO.

A palavra “Fado” significa “destino”, contudo a natureza melancólica da música leva-nos a descrevê-lo como uma espécie de “lamento”. O Fado é um tesouro musical e um dos maiores orgulhos nacionais, embora as canções e danças populares também sejam formas muito apreciadas de expressão nacional.

O Fado é belo e tocante, mas se interpretado sem sentimento pode ser pomposo e subserviente. Trata-se de um estilo musical lírico e sentimental que terá surgido em Lisboa por volta de 1830. Existem várias teorias que explicam as suas origens: há quem defenda que o Fado tem raízes nos cânticos árabes ou nos ritmos afro-brasileiros.

Existem dois tipos de Fado: um originário dos bairros lisboetas de Alfama e da Mouraria, e outro de Coimbra, na região centro de Portugal. O Fado de Lisboa é mais familiar e cheio de sentimento, enquanto o Fado de Coimbra tem um teor mais académico que reflecte as tradições universitárias da cidade. É cantado por homens durante a noite e nas Serenatas, podendo muitas vezes ser ouvido nas ruas e praças da cidade.

A principal temática do Fado é o amor, mesmo não correspondido, mas existem muitos fados dedicados a outros temas. Os fadistas costumam envergar um traje negro e cantar diante da audiência com os músicos por detrás. Quando os fadistas cantam, a sala escurece e faz-se silêncio.

Os fadistas são os principais protagonistas. A intérprete mais famosa e ainda hoje considerada uma das principais divas do Fado, tanto em Portugal como no estrangeiro, foi Amália Rodrigues, que faleceu em 1999. Outros nomes históricos a destacar são Carlos do Carmo, Alfredo Marceneiro, Hermínia Silva, Rodrigo, Maria Alice e Tristão da Silva.

Mais recentemente, o Fado foi popularizado e levado além-fronteiras por artistas como Mariza, uma fadista jovem e dinâmica que tem tocado o coração de milhares de pessoas em todo o mundo. Outros jovens intérpretes que pertencem à nova geração do Fado são, por exemplo, Camané, Cristina Branco, Ana Moura e Carminho.

Portugal orgulha-se da sua música e de todos os seus intérpretes, que todas as noites se fazem ouvir nas Casas de Fado.

Para conhecer e ouvir Fado em Lisboa, visite o nosso Guia de Lisboa.
Faixa publicitária