São Miguel - Ponta Delgada

 

São Miguel é a principal ilha do arquipélago dos Açores, e Ponta Delgada é a sua bonita capital. Muitos viajantes desembarcaram aí e ficaram encantados pela imensidão verdejante das suas florestas e pastos: as hortênsias juntam cor ao cenário e as vacas a pastar nos campos criam uma imagem digna de um postal.

Ponta Delgada é a maior cidade dos Açores e também a mais visitada. As casas e edifícios caiados e as igrejas e conventos dos séculos XVII–XVIII decoram os seus montes ondulantes. O centro da cidade é composto por ruas calcetadas e pequenas pracetas, onde existe também uma grande praça ideal para um passeio ao final da tarde.

Hoje, Ponta Delgada é a cidade mais desenvolvida dos Açores, com esplêndidos edifícios históricos, óptimos restaurantes e confortáveis hotéis. Começou por ser uma humilde comunidade piscatória e ganhou importância em 1522, após um sismo que destruiu Vila Franca do Campo, a antiga capital da ilha. Foi o rei D. João III quem conferiu o estatuto de cidade a Ponta Delgada, em 1546. Ao longo dos séculos XVI–XVIII, o movimentado porto tornou-se uma paragem obrigatória e um centro de abastecimento para os navios do Mediterrâneo, Portugal e África a caminho das Américas e das Índias Ocidentais.

Visite a ilha de São Miguel e Ponta Delgada – um destino inesquecível nos Açores!

Locais a visitar

Arquitectura religiosa

Igreja de São Sebastião
Fundada no século XVI, esta igreja foi construída em estilo Tardo-Gótico com uma esplêndida porta manuelina. A sacristia está decorada com belos azulejos azuis e com elementos decorativos e bancos datados do século XVII, feitos em madeira brasileira de jacarandá.

Igreja do Colégio dos Jesuítas
Com uma fachada barroca caiada, combinada com basalto escuro, este edifício faz lembrar uma casa aristocrática e não tanto uma instituição religiosa. Esta igreja também é conhecida por Igreja de Todos-os-Santos, já que a primeira pedra para a sua construção foi lançada no Dia de Todos-os-Santos (1 de Novembro) de 1592. Pertenceu à Ordem dos Jesuítas, até Marquês de Pombal os ter expulso em meados do século XVIII e ter retirado a sua outrora famosa colecção de relíquias.

Museus

Museu Carlos Machado
Este museu conta a história das comunidades agrícolas e piscatórias locais ao longo dos séculos. Foi instalado no antigo Mosteiro de Santo André e as suas inúmeras exposições incluem algumas pinturas extraordinárias do artista local Domingos Rebelo (1891–1975). Há também uma secção dedicada à história natural, com uma impressionante maqueta da ilha.

Locais históricos

Praça 5 de Outubro
Esta praça é dominada por uma maravilhosa Fortaleza renascentista – a Fortaleza de São Brás, que foi restaurada no século XIX. Em volta da praça encontra-se o Convento da Esperança, que contém um magnífico coro decorado com azulejos datados do século XVIII. O Festival do Senhor Santo Cristo dos Milagres, realizado no quinto domingo depois da Páscoa, é conhecido pela sua grande procissão, ocasião em que uma estátua de Cristo, vestida com uma túnica vermelha ornada com diamantes e ouro, é transportada perante multidões de crentes. A igreja do convento acolhe esta famosa estátua e vários outros tesouros religiosos que merecem uma visita.

Jardim António Borges
Este jardim romântico é um dos maiores e mais luxuriantes espaços verdes de Ponta Delgada. António Borges Medeiros foi um botânico amador do século XIX que se interessou pela introdução de novas espécies na ilha. A sua propriedade tornou-se um jardim extremamente rico e interessante, oferecendo a oportunidade de belos passeios aos amantes da natureza.

Natureza

Lagoa das Sete Cidades
A Lagoa das Sete Cidades é formada por duas grandes lagoas que enchem a enorme cratera de um vulcão adormecido. Reza a lenda que uma jovem princesa, filha de um rei viúvo austero, se apaixonou por um pastor, tendo sido proibida de lhe falar. No dia em que a princesa contou ao jovem a decisão do rei, ambos choraram, formando duas lagoas: uma verde, da cor dos olhos da princesa, e outra azul, da cor dos olhos do jovem. Do Pico do Carvão, poderá desfrutar de magníficas vistas panorâmicas sobre a Lagoa das Sete Cidades.

Vale das Furnas
Aqui encontrará a Caldeira das Furnas, onde poderá vaguear por entre as nascentes de água quente ou experimentar o delicioso Cozido das Furnas. Também poderá admirar as arrebatadoras vistas sobre a grande lagoa e a sua densa vegetação. Aqui próximo, o Parque Terra Nostra abriga lagoas e rios de água cristalina, rodeados por árvores e plantas exóticas. A piscina natural com água rica em ferro oferece um espaço invulgar para nadar.

Lagoa do Fogo
Esta é a segunda maior lagoa da ilha de São Miguel, tendo sido classificada como reserva natural em 1974 a fim de manter a sua beleza singular e selvagem. Está localizada no centro da ilha e ocupa a cratera de um vulcão extinto. Tome um dos percursos pedestres, que o levará a alguns dos melhores miradouros da ilha; de seguida, prossiga para a praia de areia branca no interior da cratera, que está rodeada por vegetação luxuriante.

Faixa publicitária


Utilizamos cookies para fornecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a nossa utilização de cookies.